GameMaster nº 41

Essa edição da GameMaster, do ano de 2008, traz duas reportagens excelentes. A primeira, na página 14, tenta explicar as razões do insucesso do X-Box 360 no Japão. O segundo console da Microsoft fez grande sucesso nos mercados americano e europeu, mas vendeu pouco no mercado japonês. Vale a pena ler e tentar entender como as diferenças culturais tem grande influência no mercado de games do Japão.

A segunda reportagem que me chamou a atenção foi a história da SNK, na página 24. Para um retrogamer que se criou nos arcades como eu, foi muito bom saber como foram os primórdios, a ascensão e declínio da empresa que disputou palmo a palmo com CAPCOM os espaço das “máquinas de fliperama” na década de 90. Achei muito mais interessante do que a matéria sobre KoF XII. Continue lendo “GameMaster nº 41”

Super Dicas PlayStation nº 35

Mais uma SDP e, dessa vez, com The King of Fighters na capa. Longe da fama que tinha nos anos 90, a famosa franquia de jogos de luta da SNK não conseguiu repetir o mesmo sucesso dos arcades no PS2.

Na seção previews temos God of War II, jogo que superou todas as expectativas dos fãs e conseguiu melhorar tudo o que havia de bom no primeiro jogo do anti-herói “Ghost of Sparta”. Continue lendo “Super Dicas PlayStation nº 35”

Ação Games nº 98

No começo de 1996, a guerra dos 32 bits estava em franco andamento no Japão/Europa/Estados Unidos. Aqui no Brasil, o predomínio ainda era do Mega Drive/SNES. Me lembro que, na época, do lançamento dessa revista eu já trabalhava e tinha um Mega Drive e um SNES. Eu só fui entrar na geração PSX/Saturn em meados de 1997, quando comprei o 32 bits da Sega. Continue lendo “Ação Games nº 98”

Super Dicas PlayStation nº 34

Nessa edição da SDP temos Tomb Raider: Legend na capa. Longe de ter sido um sucesso absoluto da franquia, Legend foi recebido com aplausos por muitos. Foi um reboot da série, feita pela Crystal Dynamics, que foi muito bem executado.

Ainda em 2006, o JRPG estava em evidência e os detonados de Final Fantasy XII e de Kingdom Hearts II não deixam dúvidas a respeito. E por falar na época de lançamento da revista, a pergunta que não queria calar: “Quanto vai custar o PlayStation 3?” Sabemos hoje que saiu caro, U$$ 600.00 na versão de 60GB, e foi algo que talvez tenha custado muito mais caro à própria Sony, que só conseguiu alcançar as vendas do XBox 360 anos depois. Continue lendo “Super Dicas PlayStation nº 34”