PSW nº 44 – Exclusivo!

Finalizando o ano de 2016, mais um lançamento exclusivo!

A PSW, foi precursora da PS3W e era uma revista que fala apenas de jogos para Playstation. Pertencia à Editora Digerati, que em meados da década de 2000 fazia parte da tríade das editoras de revistas de games do Brasil, juntamente com a Europa e a Conrad. Podemos ver que em 2008, 2 anos após o lançamento do PS3, era o PS2 que ainda mandava no nosso mercado de games, com sua imensa base instalada, de mais de 100 milhões de consoles vendidos por todo o mundo. Continue lendo “PSW nº 44 – Exclusivo!”

Dragão Games nº 03 – Exclusivo!

dragao-games-no-03-001Feliz natal a todos!

Conforme o prometido, consegui retornar aos lançamentos essa semana e nada melhor do que algo exclusivo!
A Dragão Games é uma revista-filha da Revista Dragão Brasil, que fez muito sucesso entre os jogadores de RPG de mesa no meio e fim da década de 90. Como era de se esperar, ela se inspira na revista-mãe, trazendo perfis de personagens do universo dos animes (Trunks) e uma historinha em quadrinhos com o Capitão Ninja, além de conteúdo relacionado a games, seu objetivo principal. Continue lendo “Dragão Games nº 03 – Exclusivo!”

Status atualizado!

Bom, agora com a minha transferência finalmente concluída, já posso dar mais notícias sobre o nosso futuro mais imediato.

A mudança chegou, o scanner e as revistas chegaram, o material pra continuar o trabalho está todo aqui. Mas a internet não ajuda muito. A melhor internet a que eu tenho acesso é a do meu trabalho e, como vocês podem perceber, eu já consigo postar no wordpress, mas fazer upload de arquivos só aos sábados, quando a rede fica mais rápida. É um parto, demora muito pra subir uma revista de 40 ou 50 megas, mas é possível. O Facebook está bloqueado e isso atrapalha a comunicação com os outros membros da equipe, já tem 3 semanas que não falo com nenhum outro retroavenger, tenho que ir a uma Lan House e esperar 5 minutos para abrir a páginas do face e falar com a equipe. Penso em instalar uma internet em casa, mas a velocidade é baixa (100k em média) e o preço é alto. Além do que, a conexão é via rádio e quando chove, já era.

Outro desafio está sendo instalar o dropbox no meu trabalho. O drop era o meio que a equipe utilizava para compartilhar arquivos. Sem drop eu não consigo pegar revista pronta pra upar no servidor nem mandar revista escaneada para os editores trabalharem. Já consigo baixar as revistas editadas, upar é que tá complicado. Vou tentar o instalador offline do drop, porque o online está bloqueado.

Mas resolvendo esse problema do drop, seja colocando a internet em casa (farei isso em janeiro próximo) ou instalando no trabalho, as coisas vão melhorar. Em breve vou postar mais revistas aqui, me desejem boa sorte e agora vou ali na Lan House falar com o resto da equipe.

“Desistir, nunca! Render-se, jamais!”